Início Apostas Federação debate legalização de hotéis cassinos no Brasil

Federação debate legalização de hotéis cassinos no Brasil

A legalização de hotéis-cassinos está na lista de medidas prioritárias a serem trabalhadas este ano pela Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) envolvendo mais de 940 mil empresas dos setores de hospedagem e alimentação, incluindo hotéis, hostels, pousadas, bares, restaurantes e outros. Segundo Alexandre Sampaio, presidente da instituição, estima-se a criação de 400 mil postos de trabalho diretos e indiretos com a legalização da atividade, capaz de movimentar R$ 15 bilhões em impostos e R$ 18 bilhões em receita por ano, além de incrementar o potencial turístico das cidades em 200%.

Nesta quinta-feira, em Brasília, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia reuniu-se com a representante da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Lirian Cavalhero e os presidentes da Federação dos Empregados do Comércio Hoteleiro do Estado do Rio de Janeiro (FECH-RJ), Waltair Mendes Rodrigues, e do Sindicato dos Garçons, Barmen e Maitres do Rio de Janeiro (SIGBAM-RJ), Antonio Francisco dos Anjos, para falar sobre várias questões
como contrato trabalhista intermitente, legalização do repasse da gorjeta, fim da cobrança de direitos autorais eventualmente consumidos por hóspedes em quartos de hotéis,  regulamentação do Airbnb, reclassificação do real grau de insalubridade, isenção de vistos para países com baixo risco e a legalização de hotéis-cassinos. No tocante a reforma trabalhista está sendo discutida a adequação de um conjunto de leis que, com quase 80 anos de existência, não atende mais às necessidades de empreendedores e trabalhadores atuais, segundo a FBHA.